A verdadeira razão para a criação das Reações no Facebook!

A verdadeira razão para a criação das Reações no Facebook!
Facebook 0
Google+ 0
Twitter
LinkedIn 0

A introdução das reações no Facebook já não é uma novidade. Mas será que sabes o verdadeiro motivo para a sua criação?

Esta funcionalidade começou por ser usada para complementar os likes nas publicações. Mas atualmente já se estendeu também aos comentários e até às mensagens!

As reações do Facebook permitem que os utilizadores expressem as suas emoções na rede social. Agora já podes dizer que adoras aquele vídeo do gatinho, que achaste um vídeo engraçado ou que certa notícias te deixam triste ou até mesmo irritado.

A criação das reações no Facebook foi uma ideia genial! Os utilizadores adoraram a nova funcionalidade, mas esta não é o motivo para o nascimento dos novos emojis!

Antes de te explicarmos o verdadeiro motivo para a criação destas reações no Facebook, é importante que percebas como funciona o modelo de receita desta rede social.

Sim, o Facebook é uma plataforma gratuita, mas que gera muito dinheiro com a publicidade. As empresas estão dispostas a pagar para publicitar o seu produto nesta rede social. Porquê? Porque o Facebook permite direcionar os anúncios de forma muito eficaz.

Como funciona a publicidade no Facebook?

Vamos criar uma personagem fictícia: o João Gaspar. O João tem 21 anos, vive no Porto e gosta de páginas como Apple, Android e Bill Gates. Para além disso, recentemente gostou do vídeo de apresentação do novo iPhone.

Com base nesta informação conseguimos perceber algumas coisas sobre o João. Ele é um jovem que gosta de tecnologia.

A verdadeira razão para a criação das Reações no Facebook!

Com estas informações o Facebook consegue decidir que tipo de anúncios deve apresentar a este utilizador. Neste caso, a rede social decidiria apresentar publicidade a telemóveis. Porquê? Porque existe uma grande probabilidade do João querer comprar um telemóvel Android ou iOS.

O poder das reações no Facebook

A verdadeira razão para a criação das Reações no Facebook!

Agora vamos perceber como é que as reações entram nesta equação!

Ao introduzir as reações, o Facebook vai conseguir perceber quais são os temas que nos despertam mais interesse.

Vamos usar o caso do João. Com as reações, esta plataforma percebeu que o João adora os vídeos da Google sobre as novas funcionalidades Android. Para além disso, o João ficou surpreendido com a nova câmara do último modelo da Samsung. Este utilizador também fica zangado quando vê artigos sobre a superioridade dos produtos da Apple.

Com esta nova informação, o Facebook sabe que é melhor mostrar anúncios de telemóveis Samsung e evitar produtos da Apple.

O que é que isto significa para as empresas? Com esta análise o budget da Samsung torna-se mais rentável porque os seus anúncios só são mostrados a quem se interessa pela marca. Por outro lado, a Apple evita perder tempo e dinheiro a publicitar para este utilizador.

As reações no Facebook vieram ajudar a plataforma a entender a verdadeira intenção de cada like. Esta funcionalidade permite saber de que assuntos gostas, o que te deixa zangado ou irritado e o que te faz rir.

O Facebook mudou o panorama do que significa entender os utilizadores. Ao criar as reações, esta plataforma reforçou a preponderância na publicidade nas redes sociais.

Agora que conhece o modelo de anúncios do Facebook, quer começar a fazer publicidade nesta rede social?

Nós vamos criar anúncios apelativos e que cheguem à audiência certa!